Portal de Leis da China - CJO

Encontre as leis e documentos públicos oficiais da China em inglês

InglêsArabeChinês (simplificado)NeerlandêsFrancêsAlemãohindiItalianoJaponesaCoreanaPortuguêsRussoEspanholsuecohebraicoIndonesianVietnamitaTailandêsTurcoMalay

Lei de População e Planejamento Familiar da China (2015)

人口 与 计划生育 法

Tipo de leis Escritórios de

Organismo emissor Comitê Permanente do Congresso Nacional do Povo

Data de promulgação 27 Dezembro, 2015

Data efetiva 01 de Janeiro, 2016

Status de validade Válido

Âmbito de aplicação Em todo o país

Tópico (s) Lei da Saúde Direito dos Direitos Humanos Lei social

Editor (es) CJ Observer

A Lei de População e Planejamento Familiar foi promulgada em 2001 e alterada em 2015, respectivamente. A última revisão entrou em vigor em 1º de janeiro de 2016.

Existem 47 artigos no total.

Os pontos-chave são os seguintes:

1.O Estado adota medidas abrangentes para controlar a população e melhorar a qualidade de vida.

2. O Conselho de Estado elabora o plano de desenvolvimento populacional, cabendo às autarquias, de acordo com o plano de desenvolvimento da população, elaborar os programas de implementação do planeamento populacional e familiar e organizar a sua implementação.

3. Os cidadãos têm o direito de suportar e também a obrigação de praticar o planeamento familiar nos termos da lei. O Estado defende que um casal tenha dois filhos.

4. A contracepção deve desempenhar um papel principal no planejamento familiar. O estado recompensará os cônjuges que praticam o planejamento familiar de acordo com as disposições.

5. É proibido discriminar ou maltratar as mulheres que dão à luz ou as mulheres incapazes de dar à luz. E é proibido discriminar, maltratar ou abandonar bebês do sexo feminino.

6.O Estado emitirá o Certificado de Honra para Pais com Filhos Solteiros ao casal que, durante o período em que o Estado preconizar que um casal tenha apenas um filho, se ofereça para ter apenas um filho na vida.

7. O Estado estabelecerá o sistema de saúde pré-casamento e o sistema de saúde durante a gravidez e o parto para prevenir ou reduzir os defeitos congênitos e melhorar as condições de saúde dos bebês nascidos.

8.É estritamente proibido o uso de tecnologia de ultrassom ou outros meios tecnológicos para identificar o sexo de um feto sem necessidade médica; e é estritamente proibido abortar uma gravidez com base no sexo do feto sem necessidades médicas.

Para ler o texto completo em chinês, clique em “Chn” no canto superior direito. Você pode traduzi-lo com ferramentas ou de outras formas, como desejar.
Se desejar ler o texto completo em inglês fornecido por nossa equipe, clique em Get to buy.

© 2020 Guodong Du e Meng Yu. Todos os direitos reservados. A republicação ou redistribuição do conteúdo, incluindo por enquadramento ou meios semelhantes, é proibida sem o consentimento prévio por escrito de Guodong Du e Meng Yu.